Mapa do site

nos encontre
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon
Layout por Tai Ravedutti
Receba nossa Newsletter

Campanha Novembro Azul

November 9, 2018

Segundo o Instituto Nacional do Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA), no Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens, atrás apenas do câncer de pele não-melanoma. Contudo, apesar desse conhecimento, sabe-se que essa situação se perpetua a partir do preconceito dos homens em relação à prevenção desse câncer. Assim nasceu o Novembro Azul.
No Brasil, o movimento surge essencialmente com o Instituto Lado a Lado pela Vida, visando romper com o preconceito masculino relacionado à realização, sobretudo, do exame de detecção, assim como também das medidas preventivas.
Para a cura desse tipo de câncer ser assegurada, é de extrema importância o diagnóstico precoce do mesmo. Isso porque os sinais do câncer de próstata só se apresentam quando cerca de 95% dos tumores estão em sua fase avançada, dificultando todo o procedimento.
É valido ressaltar que os principais sintomas que merecem uma consulta ao médico são: vontade constante de urinar, dificuldade de iniciar a passagem da urina, dificuldade de interromper o ato de urinar, sensação de dor na parte baixa das costas ou na pélvis, sangue na urina ou no esperma, dor ao urinar; dor lombar, na bacia ou no joelhos e sangramento pela uretra.
Mesmo na ausência dos sintomas, homens a partir dos 45 anos de idade com propensão a desenvoltura do gênero em caso, ou os com 50 anos sem esses fatores de risco, devem procurar o urologista para conversar sobre o exame, que permite ao médico detectar alguma alteração da glândula. Dessa mesma maneira, a prática de atividades física e uma alimentação saudável, pobre em gorduras, ajudam a diminuir o risco de desenvolver a doença.
O CASViM gostaria de mostrar sua solidariedade com o novembro azul visto que a cada 38 minutos, um homem morre de câncer de próstata no Brasil. Além disso queremos incentivar o apoio ao diagnóstico da doença, muitas vezes não descoberto devido à dificuldade social para que seja feito o exame. Gostaríamos de lembrar, por último, que com a detecção precoce, o risco de cura chega a 90 e 95%.

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes

November 13, 2018

November 12, 2018

November 9, 2018

October 29, 2018

October 19, 2018